Inglês britânico e americano: aprenda as diferenças

Inglês britânico e americano: aprenda as diferenças

Tiempo de lectura: 9 minutos

Inglês britânico e americano? Quem pensa que inglês é tudo a mesma coisa, tá muito enganado! 🤯🙊

Assim como o português do Brasil e o português de Portugal, o inglês é um idioma que possui variações linguísticas. 

Essas variações acontecem entre os países nativos do idioma, como os Estados Unidos, o Reino Unido e a Austrália, por exemplo, e é graças a elas que cada região tem as suas peculiaridades na hora de se expressar. 💡🌎

Além disso, dentro de um mesmo país existem diferentes sotaques e expressões, que variam dependendo da localidade. 

Mas fique tranquilo: conhecendo um pouco da cultura e das principais características do inglês de cada lugar fica mais fácil de se adaptar e se comunicar como um nativo! 🤩💪

Continue aqui com a gente para aprender mais sobre as diferenças entre os principais tipos de inglês, e como falar cada um deles! 🗣🤓

Vamos lá!

Por que essas diferenças entre o inglês americano e britânico existem?

Você já notou que uma mesma coisa pode ter diferentes nomes, dependendo de qual região do Brasil nós estamos? 

Enquanto algumas pessoas falam “mandioca”, outras falam “macaxeira” e outras falam “aipim” – mas no fim, é tudo a mesma coisa! 😂

Se compararmos o português daqui e de Portugal essas diferenças são ainda mais gritantes, não é mesmo?

No inglês, não é diferente! 🗽

As variações de um idioma surgem, principalmente, por adaptações que os falantes nativos de uma região fazem, por causa da sua cultura. 

E quanto mais falantes espalhados por mais lugares, mais variações vão nascendo ao longo do tempo. 

Interessante, né? Mais de 50 países falam inglês inglês ao redor do globo – então, já dá pra imaginar que existam muitas variações dessa língua! 

Dentre elas, as principais são o inglês americano (falado nos Estados Unidos), o inglês britânico (falado no Reino Unido) e inglês australiano (falado na Austrália.)

Saber identificar as principais diferenças entre o inglês americano e britânico é essencial, já que até mesmo a ortografia de algumas palavras pode variar, dependendo da região analisada. 😮💡

Já pensou você achando que está escrevendo errado, mas é apenas uma variação linguística? 

Conheça mais sobre as maiores diferenças entre os tipos de inglês, e aprenda a falar como um nativo! 😏🚀

Uma diferença muito comum é a formação do pretérito de alguns verbos irregulares. A tendência no inglês americano é usar o particípio passado como a forma do pretérito. Exemplos incluem “shrunk” como o pretérito de “shrink” em vez de “shrank” e “seen” como o passado de “see” em vez de “saw”. Outra diferença notável é usar o verbo igual, tanto para o tempo passado como para o presente!  

Outra coisa interessante é o uso do gerúndio ao invés do infinitivo em situações casuais!

Exemplo:

“Nice meeting you” no gerúndio, usado por americanos no fim da conversa, para reforçar que foi bom conhecer a pessoa. Já no inglês britânico seria “Nice to meet you”, no infinitivo.

Inglês americano

O inglês falado nos Estados Unidos é o mais comum entre os diferentes tipos do idioma. ✅

É ele que está presente na maioria dos filmes, séries e músicas que temos contato no dia a dia, por sermos grandes consumidores da cultura norte-americana. 

Dentre as principais características desse tipo de inglês está a pronúncia mais acelerada e a assimilação, onde palavras acabam sendo unidas e criam sons próprios, como por exemplo: “don’t you”, que vira “doncha”. 🔎👀

Também é fácil perceber que a letra mais afetada pela pronúncia das palavras é a letra “R”.  ⚠🗯

No inglês dos Estados Unidos o “R” é marcado e pronunciado claramente. Esse erre ´chamado de hard r (erre duro) e parecido com o nosso erre caipira do interior de São Paulo. Já no inglês australiano e britânico, essa letra é frequentemente silenciosaUm exemplo disso é a palavra “car”, onde britânicos e australianos pronunciam apenas “CáA”, enquanto americanos marcam o “R” com “CáR”.  

Além disso, o inglês dos Estados Unidos também tem o hábito de não conjugar alguns verbos quando fala no passado e no presente. 🙊 Mas fique tranquilo: essas variações são mais fáceis de aprender na prática, do que na teoria. 

Outro ponto importante é que muitas características dessas variações são percebidas apenas no inglês informal, usado no dia a dia. 😉👍

Esse é o motivo que você encontra até mesmo nativos desses países confusos sobre a ortografia de uma palavra, até porque tem mais de um jeito certo! Por exemplo, no inglês americano a palavra para “cor” é “color”, já no inglês britânico o certo é “colour”. A curiosidade é que, caso alguém não conhecesse a diferença entre esses países, esse “u” ou a falta dele poderia fazer o leitor pensar que é um erro gramatical.

Outra diferença é o uso de adjetivos ao invés de advérbios no inglês americano. Por exemplo, ainda que seja um inglês totalmente informal e gramaticalmente seja considerado errado, um americano diria “You did good”, o que seria um adjetivo no sentido da ação que a pessoa fez ter sido algo bom, já no inglês britânico seria usado o “You did well” no caso advérbio, indicando que o que a pessoa fez foi algo bom, não só ação.

Inglês britânico

O inglês britânico é aquele falado no Reino Unido – o que inclui Inglaterra, País de Gales, Escócia e Irlanda do Norte. 🏰

É interessante observar que o sotaque dessas diferentes regiões pode ser mais ou menos acentuado. 

Para falantes nativos ou experientes é fácil identificar de onde uma pessoa é, apenas pelo seu sotaque – assim como acontece aqui no Brasil, quando identificamos uma pessoa carioca, gaúcha ou nordestina apenas pelo seu modo de falar. 😄

A variação britânica é considerada por muitas pessoas como a forma “mais correta” da língua inglesa. 🥇

Isso ocorre, principalmente, pela fala um pouco mais pausada e o esforço em pronunciar a maior parte das letras e sílabas de uma palavra – o que não acontece no inglês americano.

Um exemplo é a palavra “avião”, que no inglês dos Estados Unidos se escreve “airplane”, enquanto os britânicos utilizam “aeroplane.” ✈ Aqui, podemos observar que a letra “o” tem a pronúncia muito mais audível no inglês da Inglaterra.

Porém, como comentamos, mesmo dentro do inglês britânico as variações podem ser grandes. Uma palavra como “better” (melhor), por exemplo, é pronunciada com som rrrra na segunda sílaba pelos americanos (bé-rer), mas entre os britânicos isso pode variar bastante, sendo pronunciadas em algumas regiões com som de tê (bé-ter ou bé-taa) e esse som de consoante “desaparecendo” em outras (algo como bé-er ou bé-aa).

Como falamos anteriormente, é super importante conhecer um pouco das mudanças entre um tipo de inglês e outro, já que até mesmo a forma como as palavras são escritas pode mudar. 🛑

Também temos a diferença em palavras com o fim em “ize”! Os americanos usam “ize” enquanto os australianos e britânicos finalizam as mesmas palavras com “ise”, como por exemplo “Realize”, “Realise” (Perceber).

É interessante notar, no entanto, que, em geral, os povos desses países estão acostumados a terem contato um com os outros (especialmente britânicos e australianos com americanos). Isso se deve muito à cultura compartilhada entre eles: filmes, livros, séries, música etc. Então, ainda que uma coisa ou outra possa soar estranha ou até engraçada, a comunicação costuma ser sempre super fluida entre eles — apesar das diferenças.

Inglês australiano: 

O tipo de inglês falado na Austrália é considerado o mais diferentão entre os três analisados aqui! 😅🦘

Isso porque muitos sons e fonéticas são eliminados em palavras ou frases inteiras. Um exemplo comum é a expressão “have a good day” (tenha um bom dia), que é pronunciada apenas como “G’day” pelos australianos. 

Pode parecer difícil à primeira vista, mas quanto mais você treina o seu listening com nativos australianos, mais fácil fica de entender! 📣✅

Outra característica do inglês da Austrália é o hábito de não dar ênfase ao “r” no meio das palavras e encurtar muitas delas para diminutivos com o final ‘o’. Assim, “station service” se torna “servo” e “afternoon” torna-se “arvo”. 

Outra curiosidade é que os australianos simplesmente amam a palavra “mate” (significando algo como “cara” ou “mano”). Pode reparar!

No fim do dia, porém, a maioria das “regrinhas” e costumes linguísticos dos australianos se assemelha mais ao inglês do Reino Unido

Quero saber mais! 

Palavras diferentes no inglês americano, britânico e australiano 

Agora que você já conhece as principais diferenças entre o inglês falado nos Estados Unidos, no Reino Unido e na Inglaterra, chegou a hora de comparar vocabulários! 😎😍

Assim como a ortografia e a pronúncia, o vocabulário dos três tipos de inglês também tem variações. 🔊💡

E pra te ajudar a entender como essas mudanças funcionam na prática, preparamos uma lista de palavras diferentes entre as três regiões. 

Confira a seguir!

PORTUGUÊS INGLÊS AMERICANO INGLÊS BRITÂNICO INGLÊS AUSTRALIANO
OUTONO FALL AUTUMN AUTUMN
CALÇAS PANTS/SLACKS TROUSERS TROUSERS/SLACKS
CUECAS UNDERWEAR/BRIEFS/

JOCKS

PANTS/UNDIES UNDIES/GRUNDIES

UNDERDECKS

TANGA/CALCINHA THONGS/G-STRING THONGS G-STRING
CHINELO DE DEDO FLIP-FLOPS FLIP-FLOPS THONGS
SUSPENSÓRIO GARTER BELTS SUSPENDERS GARTER BELTS/

SUSPENDERS

CHUPETA PACIFIER DUMMY DUMMY
BORRACHA ERASER RUBBER RUBBER
CAMISINHA CONDOM RUBBER FRANGERS
BANHEIRO RESTROOM BATHROOM BATHROOM
BESOURO BUG BUG BEETLE
RESERVA RESERVATION BOOKING BOOKING
APARTAMENTO APARTAMENT FLAT FLAT/UNIT
DESISTIR/ ENCERRAR/ TERMINAR/SAIR FINISH QUIT QUIT
CALÇADA SIDEWALK PAVEMENT FOOTPATH

PAVEMENT

TÊNIS ESPORTIVO SANDSHOES

GYM SHOES

TRAINERS

JOGGERS

TRAINERS

JOGGERS

BISCOITOS COOKIES BISCUITS BISCUITS

BICCIES

CHOCOLATE CHOCOLATE CHOCOLATE CHOCCY
REFRIGERANTE SODA SODA SOFT DRINKS
ESTACIONAMENTO PARKING LOT PARKING LOT CAR PARK
MOTOCICLETA MOTORCYCLE MOTORBIKE MOTORBIKE

Você pode aprender mais inglês e suas variações com a Open English! Nossos professores são nativos americanos e você pode fazer quantas aulas ao vivo quiser, 24 horas por dia! Elas começam a cada meia hora e você tem contato com outros alunos que também estão aprendendo no mesmo nível que você.

Continue aprendendo tudo sobre inglês!

Uau, isso é o que eu chamo de chuva de conhecimento! 😁🤭

Mas eu garanto que você quer saber mais, não é? 😂

Vem comigo, que eu preparei uma série de dicas para aumentar o vocabulário em inglês e te ajudar a pronunciar as palavras como um nativo! 

Com essas dicas, você está dando os primeiros passos para aprender inglês.

Mas para alcançar a meta de ser bilíngue e se tornar fluente no idioma, o seu aprendizado não pode parar por aqui! 🚀

Com o curso de inglês da Open English, você tem professores nativos à sua disposição 24 horas por dia! 

Dá pra acreditar? 😍

E o melhor: é tudo online, e você tem acesso ilimitado a aulas ao vivo, para aprender quando quiser! 💻✨

Conheça mais sobre o curso de inglês nº1 na América Latina, e turbine seu aprendizado! 

Aprenda inglês de verdade com a Open English!

Comece hoje!