do dont does doesnt

O verbo to do: do, does, don’t, doesn’t e quando usar cada um


4 minutos leitura

Procure uma lista com as palavras mais usadas da língua inglesa e lá estará esse grupo de palavrinhas: do, does, don’t e doesn’t. O verbo to do em inglês pode ser traduzido para o nosso verbo fazer, e isso você provavelmente já sabe. Mas, em inglês, a função desse verbo vai muito além disso: são verbos auxiliares.

Ainda tem dúvidas na hora de utilizá-lo falando ou escrevendo inglês e, principalmente, na hora de formar negativas? Então, vem com a gente.

Do, does, don’t, doesn’t: verbo auxiliar?

O verbo to do é um verbo auxiliar em inglês e por isso ele é tão presente na língua. Salvo algumas exceções, como os verbos modais (might, should, can) e o verbo to be, é esse verbo que nós usamos quando queremos formar negações em inglês.

Por isso, a frase em português “Eu gosto de peixe”, em inglês, vira “I like fish”. Porém, a frase “Eu não gosto de peixe” vira “I don’t like fish”. Repare que antes do verbo gostar (like) temos ali o don’t, que é a forma contraída de do not

Agora, repare o que acontece se mudarmos só um elemento da frase:

“Ele não gosta de peixe” vira “He doesn’t like fish”.

Doesn’t é a contração de does not. Na prática, isso significa que tanto don’t quanto doesn’t podem ser traduzidos simplesmente para “não”. A mesma tradução e significado. 

Mas por que don’t e doesn’t?

A maior parte dos verbos da língua inglesa recebem um s ou um es ao seu final quando são conjugados no present simple (mas não precisa se apegar a essa parte por agora, segue com a gente).

O importante aqui é que o que vai definir se utilizamos do/don’t ou does/doesn’t é o pronome (a pessoa) da frase. De quem estamos falando, em outras palavras. 

Apenas três pronomes pedem esse es no fim: he (ele), she (ela) e it (isto, ou ele/ela para coisas, animais ou quando não sabemos ou não queremos indicar o gênero de uma pessoa). Os outros pronomes nós utilizamos o do/don’t. Se liga na tabelinha:

Pronome Forma negativa
I (eu) Don’t
You (você/vocês) Don’t
She (ela) Doesn’t
He (ele) Doesn’t
It (isto, ele/ela para coisas e animais) Doesn’t
We (nós) Don’t
They (eles/elas/pronome neutro em gênero para pessoas) Don’t

Também é importante notar que sempre que estivermos nos referindo a objetos, lugares e outras coisas não-humanas é como se estivéssemos usando o it:

“O shopping não tem um cinema” vira “The mall doesn’t has a movie theater”, por exemplo. 

Já quando estivermos falando de uma pessoa qualquer (ou de um animal de estimação) é como se estivéssemos usando o he/she:

“Eu acho que o Felipe não gosta da gente” vira “I think Felipe doesn’t like us”.

Mas e as contrações, tanto faz usar ou não?

Normalmente, sim. Do not e don’t significam exatamente a mesma coisa. O mesmo vale para does not e doesn’t. Em alguns contextos, não usar a contração pode soar mais formal ou então causar um efeito de intensidade. 

Pense que falar “I do not like fish” soa mais forte do que “I don’t like fish”. No inglês falado é comum colocar uma ênfase no “not” quando se usa a forma sem contração. 

E para fazer perguntas?

Nós também utilizamos do, does, don’t e doesn’t para fazer perguntas em inglês. Eles funcionam da mesma forma, como verbos auxiliares, mas nesse caso eles sempre vão para o começo da frase:

• “Do you love him” (Você ama ele?)

• “Don’t you love him” (Você não ama ele?)

• “Does it bother you?” (Isso incomoda você?)

• “Doesn’t it bother you?” ([Isso] Não incomoda você?)

Do, does, don’t, doesn’t: vamos praticar?

Bora treinar o que aprendemos? É só completar com do, does, don’t ou doesn’t:

  1. I ____ like pineapple. (Eu não gosto de abacaxi)
  2. He ____ seems to be enjoying it! (Ele não parece estar gostando disso)
  3. ____ you find it easy to do job interviews in English? (Você acha fácil fazer entrevistas de trabalho em inglês?)
  4. ____ she still practicing archery? (Ela continua praticando arco e flecha?)

Tranquilo? Então, confira o gabarito:

  1. Don’t
  2. Doesn’t 
  3. Do
  4. Does

Gostou? Quer aprender muito mais? Então, vem conhecer um pouquinho mais sobre como você pode aprender inglês de onde estiver e com professores nativos com a Open English!

Quero aprender inglês sem sair de casa!


Deixe seu comentario

Você não precisa se registrar





Salve meus dados no site, para a próxima vez que eu comentar.